Sabe, o pior não é saber que passará a eternidade no cume de uma montanha com uma ave dilacerando seu fígado. O que dói é saber que ele se regenera... A queda que provoca a fratura dos ossos é o que menos importa...Saber que eles cicatrizam para uma próxima, é que machuca... Não se pode acostumar-se às coisas ruins, mas pode-se ter a certeza de que elas sempre acontecerão. Não me habituo, mas sei que a felicidade é feita de momentos. Meu momento acabou ali, naquela plataforma...Sim, eu sei como as coisas acontecem...Não me causa espanto. Só digo que me acostumar é pedir demais. Mas eu sei como funciona a máquina do mundo. Se isso é bom ou não, nem sei... Depende do ponto de vista...Só sei que fabuloso não é. O resumo de meu fim-de-semana é pautado por tantas peripécias, que não caberia aqui...coisas boas e ruins, volúpia e náusea... Sabe, eu sou normal - não importa seu ponto de vista sobre normalidade - minha vida que é bipolar...vou de um extremo ao outro em minutos...talvez porque algo esteja muito desregulado por aqui...

Comentários

Postagens mais visitadas